26 de ago de 2009

GOLDEN AXE

Categories:




A história de um épico!

Golden Axe foi originalmente lançado para o Arcade, mas foi no Mega Drive que ele ganhou milhares de fãs ao redor do mundo. Lançado logo no início da vida do console, ele serviu para mostrar um pouco do que o 16 Bits da SEGA era capaz! Foi uma conversão mais que perfeita do Arcade, com jogabilidade, gráficos e qualidade sonora bastantes fiéis ao original!

O jogo se passa em um mundo de guerreiros e feiticeiros, onde o bom manejo de uma espada ou a sabedoria em utilizar uma magia são fatores primordiais para a sobrevivência. “Yuria” é o nome deste estranho mundo, que poderia ser um local pacífico caso o mal não tivesse tomado o controle há algum tempo. “Death Adder”, um impiedoso e poderosíssimo guerreiro é o responsável pelo época de trevas em “Yura”. Junto com suas tropas malignas, ele aniquilou várias vilas e cidades de “Yura” somente para mostrar o seu poder. Em um ato decisivo para que ele dominisse de vez o mundo, “Death Adder” sequestrou o Rei e a Princesa de “Yura”, além de se apossar do lendário “Machado de Ouro”, uma arma que dá poder ilimitado ao seu possuidor.

Tudo parecia perdido, até que três bravos guerreiros resolveram unir forças para desafiarem a tirania de “Death Adder”. São eles: Ax-Battler, um forte guerreiro com grande habilidade no manejo de sua espada; Gilius Thunderhead, um astucioso anão vindo das minas de Wolud e munido de um grande machado; e Tyris-Flare, uma amazona de grande força e destreza. Ambos possuem motivos pessoais para lutar e derrotar “Death Adder”, já que o mesmo foi o responsável direto de várias perdas preciosas em suas vidas: Ax-Battler teve sua mãe morta, já Gilius perdeu seu irmão; e Tyris, perdeu seus pais.


Poderosas magias são o grande diferencial do jogo!


Mas não é apenas a coragem e o bom manejo de suas armas que fazem destes três guerreiros candidatos a salvarem seu mundo do mal. Eles também possuem a capacidade de soltar poderosas magias elementais a medida que são acumulando poções mágicas, que são conseguidas com certos duendes que aparecem no decorrer da aventura. Um poder que realmente é essencial para garantir a vitória sobre “Death Adder”.


Uma versão anos luz da lançada para o Master System!


Golden Axe é um jogo que dá ao jogador motivação de sobra para jogá-lo, seja pela história do mesmo ou por suas grandes qualidades técnicas. Assim como na versão do Arcade, pode-se jogar com dois jogadores na tela, algo que não era possível na versão do Master System, que também restringia o jogador a apenas um personagem, nesta caso, o bárbaro Ax-Battler. Ou seja, aqueles que haviam gostado da versão 8 Bits do jogo com certeza ficaram maravilhados com esta versão do Mega Drive!


Gráficos


Quem conheceu a versão do Arcade sabe muito bem que a versão do Mega Drive é quase idêntica! Os gráficos são excelentes realmente, com cenários bem desenvolvidos e bem detalhados. E a aventura traz para os jogadores cenários dos mais diversos: enquanto alguns são mais, digamos, comuns, como florestas e vilarejos, há outros que surpreendem como ter que atravessar estágios sob o casco de uma tartaruga gigante e também sobre as costas de uma águia de proporções gigantescas! Estes cenários inusitados foi algo bem original para a época e que ficou condizente com o universo de fantasia encontrado em todo o jogo. As cores estão na medida para se encaixar de maneira perfeita no tom sério e adulto que o jogo possui. Os personagens principais e os demais também estão perfeitos, bem fiéis ao jogo original.


Jogabilidade


A jogabilidade é ótima, e totalmente fiel a versão do Arcade. Os comandos e ações são básicos, como pular, correr, dar golpes, soltar magias, etc, sendo que todos podem ser executados de maneira rápida e eficiente. A jogabilidade do jogo muda um pouco quando o jogador passa a fazer o uso de alguns tipos de monstros a seu favor como uma estranha criatura que é uma espécie de passáro misturado com um réptil, além dos clássicos Dragões. Ao montar sobre uma dessas criaturas, elas estão sob o total controle do jogador, que então pode, de acordo com o tipo monstro, dar rabadas ou cuspir bolas de fogo, entre outras ações que são bem úteis para se derrotar os inimigos.


Trilha Sonora épica e Efeitos Sonoros inovadores!


A trilha sonora de Golden Axe é muito boa, com músicas que passam os mais diversos climas! Algumas músicas são mais tenebrosas (como o tema “Turtle Village 2″) , outras contagiantes (como o tema “Wilderness”) , e já outras épicas ao extremo (como o tema “Fiend´s Path”). Golden Axe não tem uma trilha sonora extensa, mas traz músicas de ótima qualidade e que ficaram eternizadas nos corações dos fãs! Os efeitos sonoros (37 no total) são bem variados e bem feitos. A possibilidade de se ouvir o último suspiro de cada inimigo que é derrotado, foi algo realmente inusitado e bastante legal para os jogadores da época!


Dificuldade


Há 3 opções de jogo. A principal é chamada “Arcade”, onde o jogador tem que passar pelos 8 estágios do game. A segunda é a “Begginer”, onde o jogo tem menos fases (apenas 3), os inimigos são mais fracos (morrem facilmente e demoram para ferir o jogador), você pode usar todo o poder de sua magia, mas não gasta todos os potes para isso como na versão normal, e o vilão final é ”Death Adder Jr” (tudo bem, realmente soa ridículo isso) o filho do vilão do jogo, e que é bem mais fraco que seu pai. Este modo de jogo é realmente só para que os jogadores possam praticar antes de encarar o desafio verdadeiro. Já o terceiro modo é o “The Duel” onde jogadores “solos” tem que encarar varias batalhas no mano a mano contra os inimigos do jogo, e jogadores que se divertem em dupla podem duelar entre si. O modo principal (Arcade) é bem difícil a primeira vista, mas a medida que os jogadores vão pegando as “manhas” do jogo, eles verão que não se trata assim de um jogo impossível de ser concluído. Há 4 continues (que são divididos entre os jogadores, caso se jogue com dois personagens), e mais um continue secreto que é ativado após se usar o quarto, fazendo-se então uma combinações de comandos. Para facilitar um pouco as coisas, há como aumentar o número de barras de energia no menu “Option” para até cinco logo de cara, ao invés de apenas três, que é o modo automáticol do jogo. Os inimigos só atacam se ficarem em “linha reta” com os personagens controlados pelo jogadores, o que permite então a criação de estratégias e formas mais seguras para se lutar contra eles, algo que é primordial para o modo de um jogador apenas.

Death Adder não era o vilão final?


Uma curiosadade desta versão do jogo do Mega Drive se formos fazer uma comparação com a original, lançada para os Arcades, é a existência de dois estágios extras. Quem conhecia a versão do Arcade antes de jogar a do Mega Drive, teve uma surpresa ao vencer “Death Adder” no 6 estágio (que era a última fase na versão original) e descobrir que o jogo ainda continuava! No final destes dois estágios extras, onde o sétimo é mais uma fase cheias de inimigos e o último é reservado para o confronto final com as forças do mal, os jogadores descobrem que “Death Adder” é apenas um “capacho” de um outro guerreiro ainda mais poderoso, chamado “Death Bringer”. Ele não só é mais forte e ágil do que “Death Adder”, como pode, assim como os personagens principais do game, soltar magias elementais! A luta contra ele é realmente difícil, ainda mais que “Death Bringer” tem dois esqueletos guardiões que só morrem caso ele próprio morra antes! Chegar nesta etapa do jogo com vidas preservadas e vários continues ainda disponíveis é essencial para se concluir o game.


Conclusão


Golden Axe poder ser considerado como o clássico dos clássicos do Mega Drive. Com um desafio e jogabilidades igualmente boas, até hoje continua sendo altamente divertido! No Mega Drive ele ainda teve duas sequências, e sua versão original ganhou há um certo tempo um remake, com gráficos melhorados, que foi lançado para o console PlayStation 2 da Sony.
E para encerrar um detalhe curioso: fãs da saga cinematográfica “Star Wars” perceberam a “homenagem” que os criadores de Golden Axe fizeram ao personagem “Darth Vader”. A pronúncia de “Death Adder” é realmente bastante similar a do nome do maior vilão que o cinema já conheceu.
by Andre Breder

Compartilhe este artigo

Postagens relacionadas

6 Comentários para GOLDEN AXE

12/09/2009 20:09

Ae JACKIE CHAN, vi que colocou meus reviews do Golden Axe I e II no seu blog, mas faltou citar meu nome como autor dos mesmos. Espero que você não seja mais um desses caras por aí que usa "ctrl+c e ctrl+v" nos textos dos outros e que não dão os devidos créditos ao autor verdadeiro.

12/09/2009 20:24

Ah, vi agora que colocou também meu review do Golden Axe III e do Streeets of Rage 2 ... bem, pode usar meus textos no seu blog a vontade, mas coloque meu nome neles como autor, pois realmente deu trabalho escrevê-los.

14/09/2009 08:34

Bom dia andré. sim, eu gostei muito do seu rewiew do golden axe. bem informativo e bem completo. como este foi um jogo que eu pouco joguei, por isso nao teria estas informações que vc postou. realmente não coloquei seu nome, e pra dizer a verdade, juro que nem lembrei disso. maspode ficar tranquilo que vou colocar o autor do texto, e eu sei sim que da muito trabalho. parabens pelo otimo review!

02/12/2009 20:40

esse jogo tem algo curioso é o primeiro game que eu axo melhor no console do que nos arcades tem ate uma fase a mais.

25/02/2010 17:50

HUHSUHUH...GOLDEN AXE...esse jogo e legal...era legal as caveirinhas...eu odiava akeles coelhos se naum me engano q roubava as magias q pegavamos..era legal chuta eles para recupera rsrsr...eu gostava de joga com o "machadinho"

22/03/2011 17:01

Maldito jogo!!!!!!!!! Só fui zerar essa m%¨&% depois de 9 anos tentativas frustadas, xD, foi no ano passado mesmo, e nem foi sozinho, estudamos uma estratégia, sério, porque non tem como zerar isso com apenas um jogador de jeito nenhum xD
Demorei muito, mas esse dia chegou, e foi muito bom, hehe, grande jogo, grande época, grande Mega Drive...

Postar um comentário

comentários: